terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Afinal o caracol...

Tanto para dizer ... que não consigo nada mais do que isto:
- BRAVO.... e aplaudo de pé!
Muito obrigada por terem vindo à nossa escola! Foi um privilégio!

E agora a curiosidade bem interessante... sabiam que todo este espetáculo anda à volta deste simples poema:

Havia um menino

Havia um menino
que tinha um chapéu
para pôr na cabeça
por causa do sol.
Em vez de um gatinho
tinha um caracol.
Tinha o caracol
dentro de um chapéu;
fazia-lhe cócegas
no alto da cabeça.
Por isso ele andava
depressa, depressa
pra ver se chegava
a casa e tirava
o tal caracol
do chapéu, saindo
de lá e caindo
o tal caracol.
Mas era, afinal,
impossível tal,
nem fazia mal
nem vê-lo, nem tê-lo:
porque o caracol
era do cabelo.

Fernando Pessoa

Para aguçarem os sentidos espreitem aqui ...

3 comentários:

mãe joão disse...

Estas "coisas" não deviam ser só para os meninos....
Fiquei encantada

Mariana disse...

Que poema mais bonito!!!! ;)
ADORAMOS!!!!!!

Ella disse...

:)