sexta-feira, 22 de junho de 2012

Ensaio geral..

Os pompons fazem as delicias de todos...

A nossa pequena Rita a fazer os últimos ajustes...

Ainda há pouco os deixei... cheios de alegria por experimentar o grande palco, cheios de entusiasmo por dançarem todos juntos e de pompons na mão... cheios de tudo que nos enchem a nós também, de esperança por ver um mundo melhor e repleto de crianças felizes e otimistas como as nossas!!!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

terça-feira, 12 de junho de 2012

FESTA DE FINAL DE ANO.......................... 23 de Junho de 2012

Um cheirinho da nossa festa.... 

Não esquecer amigos e família: trazer boa disposição e mimos, muitos mimos para estes nossos pequenos artistas que irão atuar pela primeira vez!!!

Dia 23 de Junho de 2012
pelas 9h00 
no auditório do I.S.T.E, Lisboa

domingo, 10 de junho de 2012


"Estimular o desenvolvimento é bom. Mas exigir que sejam como nós queremos ou que façam coisas para as quais não estão biológica e psicologicamente preparados é pura e simplesmente um erro.

Cada bebé tem a sua maneira de ser e o seu leque de respostas aos diversos estímulos do mundo que veio encontrar, após muitos meses de vida num ambiente agradavelmente quente, relativamente insonorizado e sem demasiada luz. Não se pode esperar que um irmão seja igual a outro irmão, muito menos que o vosso bebé responda da mesma forma que os filhos dos vizinhos, dos amigos ou dos colegas. As comparações entre crianças têm geralmente um triste fim...

A descoberta do bebé é um desafio estimulante e agradável para cada casal, com a certeza, porém, de que os bebés humanos sabem fazer muitas mais coisas do que simplesmente comer e dormir. É só uma questão de lhe dar as oportunidades para o demonstrar. E apreciar cada dia, contemplando-o e observando-o.

Nem sempre as circunstâncias proporcionam que a criança mostre o seu «melhor» ou seja, pode estar inibida pela presença de estranhos, cansada, com calor, com fome, com a fralda molhada, com sono; pode pura e simplesmente não lhe apetecer fazer «tetés» ou «tem-tens».

Estimular o desenvolvimento é bom. Facilitar todas as oportunidades às crianças para que se desenvolvam, é óptimo. Mas exigir que sejam como nós queremos ou que façam coisas para as quais não estão biológica e psicologicamente preparadas é pura e simplesmente um erro.

Por outro lado, há que não esquecer que a criança tem de gerir o controlo motor, conhecimentos cognitivos, memória, autonomia, adaptação psicológica, linguagem, relação com as pessoas e com o espaço e objectos... tanta coisa, mais comer e dormir... e brincar. É pois natural que não consiga dar atenção a tudo ao mesmo tempo, deixando de vez em quando algumas coisas em stand by e retomando-as dias ou semanas depois.

De qualquer modo, é importante que os pais e educadores veiculem todas as suspeitas, quando sentem que algo está mal com a criança. A detecção precoce das perturbações do desenvolvimento é essencial para que se consiga tirar o maior partido do potencial que todas as crianças têm, nomeadamente as que, à partida, parecem ter mais problemas e menos perspectivas de um desenvolvimento inteiramente normal.

Deixamos aqui referências a algumas das principais etapas do desenvolvimento, sem prejuízo de existirem muito mais áreas que os pais podem observar. "  (...) MAIS ... aqui


Escrito por Mário Cordeiro, pediatra, para Pais & Filhos
 

quarta-feira, 6 de junho de 2012

NO DIA DA CRIANÇA NA DIESE SENTIU-SE O DIREITO A SER CRIANÇA... ÚNICA E ESPECIAL... FIZEMOS APENAS O QUE MAIS GOSTAMOS! :)

EXPRESSEI O QUE SINTO...

LEMBREI-ME DA MINHA FAMÍLIA E FICARAM LINDOS NA MINHA PINTURA...

PINTEI COM ENTUSIASMO...

DEI GARGALHADAS COM OS AMIGOS

SUBI, TREPEI E TUDO COM A AJUDA DE BONS AMIGOS...

DIVERTI-ME MUITO A EXPLORAR E A DESCOBRIR...

IMAGINEI QUE ESTAVA A CONDUZIR O CARRO DA MÃE E A BICICLETA DO PAI...

PARTILHEI MOMENTOS DE CONQUISTA COM AMIGOS...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

DIA DA CRIANÇA



Hoje é assim por todo o Mundo... Dia da Criança... e que para hoje e sempre seja dia para se ser criança, não compliquemos nós esta viagem tão bonita, simples, digna e garantidamente curta. 

Façamos nós dos seus direitos formas de estar onde não sejam sequer preciso lembrar que os temos de respeitar... 

Deixemos que as crianças sejam apenas CRIANÇAS!!!

Não se esqueçam que, são elas, as crianças, que agarram o futuro sustentável do sitio onde vivemos, dar-lhes valores e princípios em vez de obrigações e compromissos vitalícios que apenas os fazem apreçar a sua infância podem garantir e salvaguardar o futuro de um planeta FELIZ :)